Sirlene Alves Terapeuta

Onde é mesmo que começa a Paz?

A paz acontece a partir da integridade, do tornar-se íntegro. E, nessa busca incessante pela paz, é obrigatória uma passagenzinha pelo Vazio. E como ele nos amedronta! Ao pensarmos no Vazio, remetemo-nos ao escuro! E lá se vai o pensamento diretamente para as noites escuras de nossa alma.

Tememos a vastidão!  E a noite escura da alma é um telefone que toca! E, se toca, há urgência em atendê-lo! E, se deixamos que toque até cansar...

Mas é bom lembrar que você sempre encontra o que busca, não o que espera encontrar, mas o que busca! A porta na qual você bate é a que vai abrir e não outra em que você não bateu. Assim, a escolha das portas é muito importante!

O mundo que você vê é o mundo que você vê! Mas nem por isso é mais ou menos real!

E o principezinho de Exupéry voltou ao meu universo pessoal: "o essencial é invisível aos olhos. Só se vê bem com o coração!"

Nos atendimentos em consultório tenho encontrado muitas pessoas desconectadas do Essencial e, por isso, perderam seu sorriso! Não consigo conceber um mundo sem sorrisos, sem olhos que brilhem, sem mãos que afagam, sem braços que estreitam laços e sem paz nos corações aflitos! E quantos corações torturados tenho encontrado!

Precisamos aprender a ser uma inspiração na vida de nossos semelhantes, tanto dos pequenos como dos grandes e também dos mais velhos na caminhada evolutiva. Afinal, precisamos respeitar os que estão na trilha há mais tempo, errando há mais tempo, aceitando o desafio de um dia vir a ser inteiros.

Um dos nosso grandes problemas é querer colher antes de semear. E, muitas vezes, queremos semear antes de preparar o terreno. Assim, dependendo do que escolhemos antes, em função de nossas tendências, apenas depois de uma grande dor (seja do tipo que for), isso pode ser interpretado como preparação do solo para a semeadura. Portanto, aqui vai a sua primeira lição de humildade: não se queixe de sua cruz, ela é sua, você a criou. Ela é o terreno que você preparou; agora é tratar de semear  o Bem para que a colheita seja farta de Amor!

Ah! Vale lembrar que, se você tem que subir a montanha, não adiantará muito ficar andando em volta dela, não lhe parece? Vamos em frente?

Conto com você nessa caminhada! Sem você não valerá a pena chegar ao alto da montanha, muito menos ficar sentada à direita do Pai! Afinal, nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos!